• 1.png
  • 3.png
  • 4.png
  • 5.png
  • 6.png
  • 7.png
  • 8.png
  • pe2.png



Pastoral Familiar


Plano Diocesano de Pastoral 2016/2020

 

   As atividades da Pastoral Familiar, já aconteciam em nossa Diocese de forma isolada, nas Paróquias, desde 1990, então chamado de ECC, Encontro de Casais com Cristo, ou Pastoral da Família.

   Em maio de 1999, a convite do Regional Oeste 2, estiveram presentes no 3º Congresso Macro Regional da Pastoral Familiar, realizado em Rubiataba – GO, 2 (dois) casais da Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Mirassol D‟Oeste e 2 (dois) casais da Paróquia de São José dos Quatro Marcos, buscando subsídios para organizar a Pastoral Familiar.

 

   As atividades ficaram assim até o ano 2000; quando, na Assembleia Diocesana de Pastoral, o Sr. Milton Antonio da Silva, representante dos Leigos da Paróquia Nossa Aparecida (Mirassol), fez o questionamento a Dom José, quanto à necessidade da implantação da Pastoral Familiar na Diocese. Dom José atendeu a solicitação e pediu ao Padre José Maria Basílio, então coordenador de Pastoral, que a Pastoral Familiar fosse concretizada na Diocese. Após a participação do casal Milton Antonio da Silva e Maria da Conceição Saminêz Silva, na Assembleia do Regional (2001), realiza-se em 24 de março de 2001 a 1ª Assembleia Diocesana da Pastoral Familiar na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Mirassol D´Oeste com a presença de (oito) Paróquias: São Roque de Rio Branco, Senhor Bom Jesus de Pontes e Lacerda, São Paulo e Nossa Senhora Aparecida, de Mirassol D´Oeste, São Luiz, Nossa Senhora Aparecida e Santíssima Trindade, de Cáceres, São José, de Quatro Marcos, ocasião em que foi constituída a 1ª Coordenação Diocesana; Casal Coordenador: Milton e Conceição, Casal Secretário: José Luiz e Liene, Vice-Secretário: Edmilson e Conceição, Assessor Eclesiástico: Padre Edson. Essa Coordenação ficou à frente da Pastoral Familiar até maio de 2007, quando por ocasião da 8ª Assembleia Diocesana da Pastoral Familiar, é eleito e assume o casal José Coelho Pinto e Silmar Rebuli Pinto, da cidade de Araputanga. Além da assessoria do Pe. Edson, faziam parte da coordenação, o casal vice-coordenador, Vagner Botelho e Rogislaine; Casal 1º secretário: Edelcides e Maria Tolon; Casal 2º secretário: Pedro Lourenço e Maria José Laia.

 

   Em fevereiro de 2012, a convite de Dom Vilar a Coordenação Diocesana da Pastoral Familiar é entregue ao casal Jair Cestari e Neuliane Auxiliadora Rondon Garcia Cestari, que, com assessoramento de ir. Leila Cardoso e o apoio dos demais membros da coordenação, buscam implantar a Pastoral Familiar em todas as paróquias. Fazem parte da coordenação: vice-coordenadores: Amarildo e Marta Delsanto; secretários: Léo e Leslie, Casal colaboradores: Pedro e Maria Oliveira, Antônio e Sirlene Buzatti.

 

Conceito

 

   A Pastoral Familiar é um serviço da Igreja, de apoio à família, a partir da realidade em que se encontra, para que possa existir e viver dignamente, estabelecer relacionamentos e formar novas gerações, conforme o plano de Deus.

 

Objetivos

Acolher toda família, a partir da realidade em que se encontra, para que a evangelização chegue até elas;

 

Formar, com prioridade, agentes qualificados;

 

Incentivar a formação continuada dos agentes;

 

Oferecer a formação ampla para o matrimônio (remota, próxima e imediata);

 

Valorizar e defender a vida da concepção até a morte natural;

 

Conscientizar para a aceitação da dignidade do dom de Deus; 

 

Promover o fortalecimento da organicidade pastoral;

 

Proclamar e resgatar o Sacramento do Matrimônio como Boa Nova;

 

-Oferecer apoio aos casais em dificuldade de relacionamentos; Resgatar as famílias afastadas da Igreja;

 

Despertar na família o sentido missionário;

 

Apoiar a criação da Pastoral Familiar em todos os níveis;

 

Promover a articulação entre pastoral e movimentos e outras articulações oportunas;

 

Apoiar a maternidade e a gestante em dificuldades;

 

Levar a Boa Nova às famílias desestruturadas, reconstruídas, em segunda união e às situações irregulares;

 

Ajudar os casais em dificuldades de relacionamentos e de educação dos filhos.

 

Linhas de Ação:

 

Propiciar o conhecimento e aplicação de documentos como:

 

1. Familiaris Consortio e Cartas às Famílias do Papa J. Paulo II;

2. Estudo do Guia de implantação nas Paróquias;

3.  Utilizar textos com a Hora da Família e outras publicações do setor família e vida da CNBB;

4. Participar do Conselho Diocesano de Pastoral e promover integração com as demais pastorais e movimentos, fazendo valer as prioridades da Diocese;

5.  Promover Assembleia Diocesana e encontros de formação, visando melhor articulação e intercâmbio entre agentes e comunidades;

6.    Colaborar no fortalecimento das equipes paroquiais, realizando visitas de apoio para conhecimento da realidade e formando agentes que trabalhem em encontros de preparação do matrimônio, batismo, casos especiais e outros;

7.     Celebração da Semana Nacional da Família como momento importante de reflexão e conscientização da família como lugar de amor, diálogo e comunhão entre si e com Deus criador.

 

 

Jair e Neuliane Auxiliadora R. G. Cestari

Av. Nª Sª do Carmo, 1046 - Junco - Cáceres - MT - 78200-000

Tel.: (65) 3223-4118  / 99634-0831 / 99639-2600

e-mail: familia@diocesedecaceres.com.br / jairneuliane2012@gmail.com

 

Artigos
ASSEMBLEIA DA PASTORAL FAMILIAR Responsavel: MARTA E AMAIRLDO

Eventos
Nenhum Evento Cadastrado.
Donwloads
Nenhum Arquivo Cadastrado.