• 1.png
  • 3.png
  • 4.png
  • 5.png
  • 6.png
  • 7.png
  • 8.png
  • pe2.png



Notícias Diocese São Luis

FESTAS DO TEMPO PASCAL


Solenidades

Além do Tríduo Pascal, que é a celebração principal da Páscoa, duas outras solenidades marcam também esse Tempo. São elas:   Solenidade da Ascensão do Senhor: No Brasil, é o domingo em que se celebra a subida do Senhor ao céu, 40 dias após a ressurreição. A data certa da solenidade seria na quinta-feira precedente, mas, como no Brasil não é feriado, transferiu-se então tal comemoração para o domingo seguinte, ocupando, pois, tal solenidade o lugar do 7º Domingo da Páscoa.

A Festa da Ascensão de Jesus sugere que, no final do caminho percorrido no amor e na doação, está a vida definitiva, a comunhão com Deus. Sugere também que Jesus nos deixou o testemunho e que somos nós, seus seguidores, que devemos continuar a realizar o projeto libertador de Deus para os homens e para o mundo. Jesus, depois de ter apresentado ao mundo o projeto do Pai, entrou na vida definitiva da comunhão com Deus – a mesma vida que espera todos os que percorrem o mesmo “caminho” que Jesus percorreu.

             Solenidade de Pentecostes: Pentecostes é o coroamento de todo o ciclo da Páscoa. É a solenidade que celebramos após cinquenta dias da ressurreição. Marca o início solene da vida da Igreja, não o seu nascimento, pois este se dá, misteriosamente, na Sexta-Feira Santa, do lado do Cristo Crucificado, como sua esposa imaculada.

Coroando a obra da redenção, Pentecostes nos revela o cumprimento da promessa de Cristo, feita aos apóstolos, segundo a qual ele enviaria o Espírito Santo Consolador, para confirmá-los e fortalecê-los na missão apostólica.

A vinda do Espírito Santo, no episódio bíblico de At 2,1-12, deve ser entendida como manifestação da Igreja a toda a humanidade, em dimensão universal, no desejo do Pai e do Filho. Com Pentecostes encerra-se, pois, o ciclo da Páscoa.

 

Denise De La Fuente Goltara Gil

Liturgia Diocesana